Como dar banho no seu cãozinho

Foto: kingdingathing

 

A frequência ideal para o banho fica entre uma semana a quinze dias de intervalos regulares entre os banhos. Considere o fato de cachorros que passeiam com maior frequência podem se sujar mais.

Saiba mais sobre a frequência dos banhos.

1º Passo: limpe os ouvidos

Antes de começar o banho, limpe os ouvidos de seu cachorro. Essa limpeza é essencial, mas apenas o veterinário deve limpar a região interna.

Atenção: JAMAIS introduza um cotonete no ouvido de seu animal, pois poderá machucá-lo. Se necessário, utilize gaze ou algodão para limpar a região externa da orelha.

2º Passo: corte as unhas

Cortar as unhas de um animal pode ser uma tarefa árdua e deve ser feita com cuidado: para evitar sangramento, existem vasinhos que devem ser evitados. Para o corte das unhas, é necessária a utilização de um alicate próprio para cães que seja de acordo com o tamanho de seu pet.
Caso não tenha cortador adequado ou tenha receio de errar na hora do corte, lixe as pontinhas para que não fiquem arranhando.

3º Passo: tire os nós dos pelos

Com muitíssimo cuidado, utilize o pente para tirar os nós dos pelos do animal. Raças que possuem pelos longos e lisos, como o Yorkshire, necessitam de escovação diária para que não acumulem nós. Caso contrário, este 3º passo ficará mais difícil e o animal não gostará nem um pouco.

Também existe a opção de desembaraçar o pelo do animal no momento em que utilizar o condicionador.

Nesse momento, preste atenção para a perda de pelo, se está normal, e se há machucados na pele, que podem ser sinais de dermatites.

4º Passo: verifique a temperatura da água

Encontre um bom equilíbrio na temperatura da água: caso fique fria, o cão poderá ficar gripado ou com pneumonia, já a água quente é capaz de queimar a pele do animal. Opte SEMPRE pela utilização de água morna.

5º Passo: molhando seu pet

Após encontrar a temperatura ideal, comece a molhar seu cãozinho. Inicie esse processo pela região do rabo e, aos poucos e com muito cuidado, vá molhando até a região da cabeça. Muito cuidado para que a água não entre nos ouvidos (mantenha as orelhas baixas e nada de algodão, lembre- se de que só o veterinário pode introduzir algo com segurança na região interna dos mascotes) e evite enxaguar os olhos e o nariz.

6º Passo: passe o xampu

Desligue a água e aplique o xampu próprio para cães, sempre respeitando o tipo de pelagem.

Inicie pela região caudal e vá até a cabeça. Muito cuidado para não cair xampu nos olhos de seu pet e não esqueça de limpar muito bem as patinhas dele.

Caso o seu cão possua pelo liso e longo, aplique o condicionador após a retirada do xampu, realizando o mesmo procedimento.

7º Passo: tire o xampu

Tirar o xampu ou o condicionador exige ainda mais enxágue: desta vez inicie o processo pela cabeça, protegendo os olhos e, com uma das mãos, vá auxiliando na remoção do produto. Lave bem até notar que todo o xampu foi retirado, pois os resquícios podem causar alergias.

8º Passo: seque seu pet

Antes de ligar o secador, utilize a toalha para tirar o excesso de água. Sem dúvida, essa é uma das partes mais complicadas, até porque alguns animais não costumam lidar bem com secadores.

Tome bastante cuidado com os olhos do cachorro. Utilize uma temperatura morna, mas mantenha distância, pois o vento quente pode fazer mal à pele dos pets.

Para os peludinhos, é sempre indicado fazer a secagem com auxílio de uma escova/rasqueadeira, o que for mais aconselhado para o tipo de pelo.

9º Passo: finalize o banho com classe!

É desta parte que os tutores mais gostam: aproveite para passar perfume, colocar gravatinhas, lacinhos e adesivos. No entanto, lembre-se: todo o processo exige muito cuidado e este não poderia ser diferente.