Continue lendo">

Como brincar e exercitar meu pet durante a pandemia?

O tédio toma conta, a preguiça e a tristeza batem na gente e o sofá vira o melhor amigo neste período, histórico e único pelo qual estamos passando. Os vovôs em casa e, quem pode ficar, também. Esta é a recomendação do nosso ministro da saúde, reiterando o que já foi divulgado pela OMS, a Organização Mundial de Saúde.

Chega de tristeza!! Chega de preguiça!

Para acabar com o marasmo, pesquisamos uma série de atividades e brincadeiras para você desfrutar com o pet dentro ou fora de casa (no pátio), durante este período de reclusão.

Foto: FreeImages

Para quem não tem quintal:

Como crianças!

Que tal fazer uma seção de brincadeiras com o seu peludo? Nesse quesito temos muitas opções, como brincar de bolinha (arremessar e buscar), pega-pega correndo pela casa, cabo de guerra, mordedores, ossos, cordas. Tudo torna-se uma grande diversão se o dono estiver brincando junto.

Estímulos mentais

São aquelas brincadeiras que, além de divertir o cão, fazem com que ele raciocine. Um bom exemplo são as brincadeiras de caça ao tesouro ou esconde-esconde.

Podemos colocar petiscos dentro de caixinhas, esconder pela casa e logo após liberar o pet para procurar. No início, para que o amigão entenda a brincadeira, coloque em locais mais fáceis de encontrar e, aos poucos, aumente a dificuldade.

Só para gatos!

Para gatos, os brinquedos mais comuns são: fitas e objetos com penas pendurados em uma maçaneta; bolinhas tipo ping-pong com penas; caixas de papelão empilhadas cheias de passagens entre elas e arranhadores. Cada pet terá sua preferência e, por isso, é importante descobri-la.

Gastar energia para comer

Nada como um passatempo que tenha por objetivo alimentar-se. Experimente dar a refeição do pet em brinquedos recheáveis em vez de, simplesmente, colocá-la no potinho de comida. Existem diversos brinquedos comedouros onde podemos colocar comida ou ração dentro e o animal tem que interagir com o objeto para obter a guloseima que está dentro.

Truques ou comandos

Se o seu cachorro sabe fazer truques, utilize os dias chuvosos para aperfeiçoar os que ele já tem conhecimento e para ensiná-lo novos. Se seu cãozinho não sabe fazer nenhum truque, então, comece com comandos básicos, como “Senta”, “Deita”, “Dar a mão” etc. O treino de comandos e truques é um ótimo exercício para o pet, porque, além de exercitar a concentração e a obediência, gera gasto de energia.

Massagem

Você pode fazer uma boa massagem no seu amigão, pois além de criar uma relação de afeto entre o tutor e o pet, a atitude pode ser benéfica para a saúde do bichinho. A massagem relaxa e ajuda na circulação sanguínea. Para cães mais velhinhos auxilia na manutenção do tônus muscular e, em cãezinhos mais novos e cheios de energia, uma boa sessão de massagem contribui para acalmar o peludo.

Foto: Vicki Reixach

Para quem tem quintal:

Pista de obstáculos

Com objetos que você tem casa, crie uma pista de obstáculos para o pet. Vassouras, almofadas, banco, corda, cadeira e pufes são itens ótimos para a realização dessa atividade. A ideia é criar uma “pista” para o seu animal pular, descer, subir, correr.

Para isso, será necessário treinar o bichinho em cada um dos obstáculos separadamente, induzindo-o, com um petisco, a fazer o movimento que você deseja. Por exemplo, para ele passar por baixo de uma cadeira, passe a sua mão com o petisco por baixo dela e faça ele te seguir. Quando ele passar, dê o petisco e elogie-o.

Independentemente de qual seja o desafio, respeite sempre os limites do seu cão e se atente para fazer obstáculos firmes, que não caiam quando forem usados.

Adestramento

Você pode usar o tempo livre para ensinar novos comandos para o pet. Adestrar é uma ótima atividade para entreter a família e, ao mesmo tempo, oferece estímulos físicos e mentais para o animal.

Esses são apenas alguns exemplos de brinquedos e atividades que você pode fazer com o peludo. Use a criatividade para criar algo diferente! Mas, lembre-se, supervisione o animal a todo instante.

Ração na garrafa pet

Coloque toda a ração do bichinho em uma garrafa pet e faça alguns furos nas laterais, para que ele coma de pouco em pouco e de forma divertida. No começo, faça furos grandes, mas depois diminua-os um pouco para tornar a brincadeira ainda mais interessante. Dessa forma, o animal vai se entreter com a garrafa e terá divertimento.

Sorvete!

Pegue um brinquedo que possa ser colocado no congelador, normalmente são aqueles de borracha ou plástico mais resistentes. Por exemplo, o Kong (ou similar), geladinho, recheado com ração úmida ou até mesmo com papinha de frutas (veja com o veterinário o que o cão pode comer) é diversão garantida. Seu cão vai adorar esse sorvetinho feito especialmente para ele!

Foto: Caroline Kjall

Acabou a energia? Peça Panela do Pet!

Foto: BlueSky

Fontes:

Correio do Povo – O que fazer com pet nos dias de chuva?
Cão Cidadão – Dicas