Continue lendo">

Alimentação Natural: Preciso fazer a transição?

Pensando em trocar para a alimentação natural (AN)?

Se a resposta é sim, você precisa saber como fazer isso da melhor maneira possível.

Depois de escolher o tipo de AN que melhor se adapta as necessidades do seu pet, com a orientação de um profissional habilitado, você precisa de muita calma. A transição da ração para a AN deve ser gradual e dura, geralmente, entre cinco e sete dias. Durante esse período, você deve diminuir gradualmente a quantidade de ração e aumentar a porção de AN. Começe o primeiro dia oferecendo 2/3 de ração e 1/3 de AN. Mas cuidado! A porção diária oferecida não deve ultrapassar a indicada para o seu pet. Afinal, não queremos que ele sofra as consequências de ingerir uma porção menor ou maior que a indicada. Outra coisa, o número de refeições deve ser mantida, se você alimentava seu pet duas vezes por dia, deve continuar fazendo isso.

Mas você deve estar se perguntado: por que essa transição gradual? A AN não é mais saudável? Por que não trocar de uma vez?
Para responder a esta pergunta, é preciso levar em consideração a fisiologia digestiva do seu pet. A transição gradual permite que o organismo se adapte a nova alimentação sem sustos. A troca brusca, pode causar vômito, fezes amolecidas e até mesmo diarreia, e a última coisa que queremos é causar qualquer tipo de desconforto para o pet durante esse período.

Então agora que você sabe como deve fazer, Boa Sorte!

Você fez a melhor escolha e em breve verá os resultados.